• TechBalance

Por que adaptar a casa do idoso é tão importante? Impacto do ambiente no risco de queda


Nesta postagem, quero falar um pouco sobre alguns estudos científicos e dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) sobre quedas de idosos, dando ênfase no impacto da adequação do lar na redução de quedas. Uma boa base de informação é muito importante para entendermos esse grande problema que existe para a população idosa.




Dados da OMS mostram que de 28% a 35% de pessoas com mais de 65 anos sofre algum episódio de queda a cada ano. Esses números sobem para 32% a 42% para pessoas com mais de 75 anos, e são ainda maiores em idosos que vivem em instituições (como residenciais seniores). No mundo, 50% de hospitalizações por lesão de pessoas com mais de 65 anos é resultado de quedas. A maioria das hospitalizações é devido a fratura de quadril, lesões traumáticas cerebrais e lesões dos membros superiores, e resultam em longos períodos de internação, podendo chegar a 20 dias.


Quedas, assim como todos os acidentes, são resultados da interação de uma série de fatores, que, por sua vez, são classificados em quatro grandes grupos: biológico, comportamental, socioeconômico e ambiental. A figura a seguir (tradução livre da figura 3 do relatório da OMS de prevenção de queda em idosos) exemplifica esses fatores.





De acordo com a OMS, ações de redução e proteção contra queda de idosos envolvem especificamente os fatores comportamentais e os ambientais. Dentre os fatores comportamentais, estão a redução de consumo de bebidas alcoólicas, manutenção do peso corporal e a prática de atividades físicas, e é aí que a tecnologia da TechBalance entra com uma avaliação qualificada para que o profissional de saúde possa definir a melhor estratégia para cada paciente. Já exemplos de fatores ambientais são o desenho de ambientes públicos amigáveis ao idoso e a adequação da moradia, onde a LAR.i entra com seu conhecimento técnico para adequar o seu ambiente.

Considerando que fatores ambientais impactam em 30% a 50% das quedas de idosos e que mais da metade de todas as quedas acontecem em ambientes fechados, a adequação dos lares se mostra extremamente importante.


Um artigo publicado no Lancet em 2015 observou esses mesmos resultados. Os pesquisadores analisaram 842 residências na Nova Zelândia e, através de um estudo muito bem embasado e randomizado, encontrou que adequações de baixo custo nas residências de idosos (barras de apoio, iluminação adequada, superfícies antiderrapantes, etc) podem reduzir as lesões causadas por queda em 26% e outros tipos de lesões relacionadas às adequações dos lares em 39% ao ano.


Independentemente se o ambiente doméstico não for o fator principal para alguns casos de queda, um ambiente não adequado pode trazer consequências ainda piores para o acidente. Por exemplo, os efeitos de uma queda causada por calçado inadequado e uso excessivo de medicamentos podem ser agravados caso a pessoa caia na quina de uma mesa ou em um box de vidro. Por isso, uma moradia corretamente modificada para adequar as necessidades vindas com o processo natural do envelhecimento pode trazer diversos benefícios para a vida da pessoa idosa.

Julia Trevisan Msc em Engenharia e co-fundadora da LAR.i

Colunista e parceira TechBalance

https://www.larpontoi.com/


 

KIEL, M. D.; PIERSE, N; HOWDEN-CHAPMAN, P.; CUNNINGHAM, C.; CUNNINGHAM, M.; GURIA, J.; BAKER, M. G. Home modifications to reduce injuries from falls in the Home Injury Prevention Intervention (HIPI) study: a cluster-randomised controlled trial. The Lancet, v.385(9964), p. 231-238, 2015

LORD, S. R.; MENZ, H. B. SHERRINGTON, C. Home environment risk factors for fall in older people and the efficacy of home modifications. Age and Ageing; v. 35-S2, p. ii55-ii59, 2006

OMS. Global Report on Falls Prevention in Older Age. Geneva: Age-Friendly World | WHO, 2014. Disponível em: <https://extranet.who.int/agefriendlyworld/wp-content/uploads/2014/06/WHo-Global-report-on-falls-prevention-in-older-age.pdf.>. Acesso em: 12 abr. 2022